Notícias



18/12/2019

Estudo prevê crescimento médio do PIB alemão de 1,6% a.a. entre 2019 e 2020

compartilhe esta notícia
A Alemanha, oficialmente República Federal da Alemanha, tem uma população estimada em 82,8 milhões de habitantes, conforme dados de 2018. Além da capital Berlim, outras cidades importantes são: Hamburgo, Munique e Colônia. Entre os principais portos do país destacam-se os de Rostock e Wilhelmshaven.
Informações como estas, podem ser encontradas na Plataforma de Inteligência no site do By Brasil, Components, Machinery and Chemicals – ação de incentivo às exportações realizada pela Assintecal e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).
A parceria comercial mais significativa para a Alemanha é a sua atuação como país membro da União Europeia, que é o Bloco Comercial mais avançado a nível mundial.

CENÁRIO ECONÔMICO
Entre os anos de 2012 e 2018, a economia alemã apresentou o seu melhor desempenho no ano de 2017 (2,5%). Em 2018, a Alemanha apresentou taxa de crescimento do PIB de 1,5%. Para os anos de 2019 e 2020, a estimativa é de que a Alemanha apresente taxas de crescimento de 0,5% e 1,2%, respectivamente. As previsões refletem um arrefecimento nos níveis de crescimento econômico a nível mundial.
No período 2012-2018, a inflação alemã oscilou entre 2,2% (2012) e 1,9% (2018). Para os anos de 2019 e 2020, as previsões apontam para uma taxa de 1,5% e 1,7%, respectivamente.

CENÁRIO CALÇADISTA
Em 2018, a produção de calçados no país foi de 41,1 milhões de pares, o que representou um crescimento de 12% se comparado a 2016 (36,7 milhões de pares). Em 2018, a indústria calçadista alemã produziu cerca de US$ 14,1 bilhões. O país alemão foi caracterizado como o 7º maior consumidor mundial no ano de 2018, com 440,1 milhões de pares.

No ano de 2018, o país alemão foi considerado o 2º maior importador mundial, com 705,2 milhões de pares importados, e o 4º maior país exportador, com 306,2 milhões de pares importados.

Na Alemanha, o comércio exterior de calçados por segmentos tem predomínio dos calçados em geral. Já no que se refere ao comércio de calçados por material predominante, o destaque é o material “Couro” nas exportações e importações alemãs, com base em dados de 2018.

Os calçados femininos são a principal categoria de calçados consumidos na Alemanha, com 54,6% de Market Share em 2018.

Curiosidade: A indústria calçadista alemã passa por um período de transição, à medida que, desde 2017, 20% das vendas de calçados são feitas através de lojas online.

Para maiores informações, entre em contato através do telefone 55 (51) 3584-5200 ou pelo e-mail relacionamento@assintecal.org.br.

Confira também as últimas atualizações da Plataforma de Inteligência:
* Estudo de Mercados-Alvo Alemanha 2019;
* Estudo de Mercados Secundários Vietnã 2019;
* Estudo do Perfil e Oportunidades de Exportações e Investimentos de Minas Gerais 2019 - Apex-Brasil;
* Estudo do Perfil e Oportunidades de Exportações e Investimentos do Rio Grande do Sul 2019 - Apex-Brasil;
* Estudo do Perfil e Oportunidades de Exportações e Investimentos Máquinas e Equipamentos de São Paulo 2019 - Apex-Brasil;
* Relatório IAPC Novembro/2019;
* Relatório IAPC Segurança Novembro/2019.



Sobre o By Brasil Components, Machinery and Chemicals
Os fabricantes brasileiros que integram o setor de componentes interessados em ampliar suas relações comerciais com o mercado externo têm a oportunidade de participar, assim como outras 300 empresas, do projeto By Brasil Components, Machinery and Chemicals, realizado pela Assintecal, Apex-Brasil e Abrameq, que pretende promover um bom desempenho das exportações e, consequentemente, do setor.

O projeto possui soluções adequadas a cada nível de internacionalização, mantendo ao alcance das empresas ações de promoção comercial, inteligência, capacitação, entre outros. Para mais informações, entre em contato por meio do e-mail relacionamento@assintecal.org.br.

Sobre a Assintecal
Há mais de 35 anos a Associação Brasileira de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) atua diretamente na expansão de seu setor coureiro-calçadista. Seu trabalho é reconhecido pela força e diálogo com todas as esferas governamentais, pela consolidação do mercado internacional e pelo desenvolvimento em pesquisas e conteúdo de moda. A entidade responde por um setor que possui 3 mil empresas. Sediada em Novo Hamburgo (RS), possui também escritórios em São João Batista (SC), Nova Serrana (MG), Birigui (SP), Franca (SP) e Jaú (SP).

Sobre a Apex-Brasil
A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência apoia cerca de 11.000 empresas em 80 setores da economia brasileira, que por sua vez exportam para mais de 200 mercados.

A Apex-Brasil também desempenha um papel fundamental na atração de investimento estrangeiro direto para o Brasil, trabalhando para identificar oportunidades de negócios, promovendo eventos estratégicos e dando apoio aos investidores estrangeiros interessados em alocar recursos no Brasil.

compartilhe esta notícia

compartilhe esta notícia via e-mail

OPS!