Notícias



24/03/2020

Percepções e efeitos da pandemia Covid-19

compartilhe esta notícia

O cenário pelo qual estamos passando é de muita cautela e planejamento, visto que toda a cadeia global já vem sendo impactada pelos reflexos que a pandemia do Covid-19 (Coronavírus) vem causando a todos os setores e seus respectivos países.

 

Com isso, verifica-se que o Covid-19 não só irá impactar o cenário econômico, mas toda uma cadeia de insumos, tanto pelo lado da oferta, quanto pela demanda. Pois nota-se que esta pandemia já vem causando uma maior desaceleração significativa de crescimento global, havendo queda nos preços das commodities, aumento da volatilidade nos preços de ativos financeiros, guerra de preços do petróleo, instabilidade na confiança dos consumidores, quebra das cadeias de distribuição de mercadorias e serviços.

 

Em termos da atividade econômica brasileira, verifica-se que o país já vinha em um processo lento e gradual de recuperação, passando por um processo de muita volatilidade. Com este novo cenário de impactos da pandemia do Covid-19, projeta-se que o país, em um grande cenário volátil de crescimento, apresente uma retração econômica no 1° semestre e que no 2° semestre possa desacelerar ainda mais, podendo crescer entre 0,8% e 1,2%. Mas nada descarta que o país não tenha um risco de recessão, alcançando uma nova redução de crescimento do PIB para 0,02%.

 

Já as expectativas de inflação são de recuo também, onde para 2020, o índice está em 3,05%. Para os anos de 2021 e 2022, espera-se que a inflação gire em torno de 3,65% e 3,5%, respectivamente.

 

MAIORES INFORMAÇÕES?

* Entre em nossa Plataforma de Inteligência e tenha acesso a diversos conteúdos: www.bybrasil.org.br/plataforma-de-estudos

* Veja outras notícias em www.assintecal.org.br/noticias e fique por dentro de tudo o que está acontecendo e como podes enfrentar a pandemia do Covid-19 (Coronoavírus).

Entre em contato através dos e-mails relacionamento@assintecal.org.br e/ou inteligencia@assintecal.org.br ou, também, pelo telefone 55 (51) 3584-5200.

compartilhe esta notícia

compartilhe esta notícia via e-mail

OPS!